loading
28 jul

Entrevista com Plamen Dimov

Sr. Plamen, seja bem vindo a New Era:

.

Quando você descobriu a música? Houve influência de familiares nessa escolha?

PD: Eu tinha 5 anos de idade, e próximo ao Natal, Papai Noel me trouxe um violino.

Como foi sair da Bulgária e viver em uma cidade pequena na Finlândia? Quais foram as maiores dificuldades?

PD: Sai da Bulgária em 1981 com a banda Montana, tocando por toda Europa por seis anos. Conheci minha esposa em um restaurante em Kitee em 1984, e nos casamos em 1986. Desde então comecei a viver em Kitee, na Finlândia. 

Como você conheceu Tuomas, Jukka, Emppu, Tarja e Sami?

PD: Na escola, fui professor deles. Primeiro conheci Tuomas, depois Tarja, depois os outros.

Como é pra você ver seus alunos que na adolescência ensinava a tocar instrumentos, e hoje são uma das maiores lendas do.metal sinfônico?

PD: Incrível. Sempre começo por Tuomas e Tarja. Tarja quando cantava comigo em alguns shows, Tuomas me mostrando seus poemas, e via potencial quando tocávamos jazz na minha banda.

Sobre Tuomas: desde novo ele se mostrava diferente dos demais alunos? Era alguém que lhe chamava a atenção?

PD: Sim, ele era. Olhar profundo, silencioso. Via que por trás daquele olhar, havia um mundo enorme.

Você participou do álbum Oceanborn. Gostaria de participar de outro álbum do Nightwish?

PD: Foi no tempo da escola. Tuomas trabalhava comigo, ele tem grandes visões. Alguns músicos permitiram, então, nós terminamos o cd juntos… um violino e um korg (teclado).

Dia 13/07 houve mais uma edição do NW days in Kitee. Como foi? Algum novo talento que pode ser mostrado ao mundo daqui a algum tempo?

PD: Foi a segunda edição do NW days in Kitee. Sim, foi um ótimo momento para muitas pessoas jovens e talentosas de todo o mundo, como do Brasil, Nayara Camarozano. É uma grande cantora, apelidamos ela de “Segunda Tarja”.

O que você espera da Floor Jansen em seu primeiro álbum inédito com o Nightwish? Ela realmente é o que o Nightwish precisava (como alguns dizem)?

PD: Floor, é a melhor escolha que podia ser feita pela banda. Uma múltipla cantora, ótima pessoa. Ela será 1/6 da banda, se tiver as atitudes certas.

Sr. Plamen, você tem bastante intimidade com o Tuomas e andou encontrando com ele algumas vezes depois da última turnê. O que podemos esperar desse novo álbum do Nightwish?

PD: Eu realmente não sei, é um segredo da banda. Mas eu acredito que será algo muito, muito, muito novo, algo grande e original. Será algo muito bom para os fãs ao redor do mundo.

Mais uma vez, muito obrigado pela entrevista maestro. Deixe um recado aos fãs brasileiros do Nightwish e seus admiradores.

PD: Tudo o que sei, na Finlândia, é que os maiores fãs NW estão no Brasil! Obrigado a todos!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.